Amigos da Rede | Entretenimento | Esportes | Notcias | Vdeos  | Minha Conta | Webmail |

 

22 anos - desde 1996  

Gerenciador de Escolas Clique Aqui

 

Acesso / Cadastro

Estiva Gerbi-SP, Ter�a-Feira, 23 de janeiro de 2018

Usurio


 

Seu IP: 54.226.41.91

Portal


03-01-2018

Suspeito de matar menino com tiro no réveillon em SP é liberado após Justiça negar pedido de prisão

Polícia ainda aguarda exame de confronto balístico e laudo do Instituto de Criminalística para entender a trajetória da bala.

O suspeito de ter atirado para cima e matado o menino Arthur Silva, de 5 anos, durante uma festa de Ano Novo na Zona Sul de São Paulo, foi liberado do 89º Distrito Policial na madrugada desta quarta-feira (3). A Justiça negou o pedido de prisão temporária por entender que não havia elementos suficientes para mantê-lo preso.

Segundo o delegado Antônio Sucupira Neto, o suspeito alegou, em depoimento, que efetuou disparos, mas que eles foram feitos próximo à residência dele, no Jardim das Imbuias, distante de onde o menino foi baleado, no Jardim Taboão. "Para nós, ele continua como suspeito até que seja feito o confronto balístico. Se confirmar que não foi do revólver dele, ele está descartado como suspeito", disse. O suspeito tem 21 anos, foi preso na terça-feira (2) e está desempregado.

A polícia considera duas possibilidades para o crime: bala perdida e disparo de dentro ou perto da casa. A investigação também aguarda laudo do Instituto de Criminalística para confirmar a trajetória da bala, que deve ficar pronto em no máximo cinco dias.

De acordo com Sucupira, a polícia ainda procura identificar o autor dos disparos e se houve omissão do socorro ao menino. O delegado pretende ouvir os pais do menino ainda nesta quarta-feira, além de três amigos que o suspeito afirmou que estavam com ele na noite de Ano Novo.

Parentes de Arthur relataram dificuldades em conseguir vaga em hospitais públicos e privados da cidade, além de negligência no atendimento do Serviço Móvel de Urgência (Samu), da prefeitura.

O menino brincava no quintal quando foi atingido por um tiro na madrugada de segunda-feira (1º). A vítima fazia bolinhas de sabão com outras crianças quando caiu no chão. Familiares notaram que ela tinha um sangramento na nuca e o levaram para o Hospital Family.

À reportagem da TV Globo, um primo do menino disse que o garoto foi levado pelos familiares para o Hospital Family, que é particular, onde foi constatado, após a realização de exames, que o ferimento teria sido provocado por um tiro. Como o centro médico não tinha UTI, o garoto precisou ser transferido.

Ainda de acordo com os familiares, o menino só conseguiu ser internado mais de cinco horas após sofrer o ferimento. O primo do garoto afirmou que eles tentaram vaga em cerca de dez hospitais - públicos e particulares.

"Aí passamos para os particulares, ligamos para o São Camilo, ligamos para o Metropolitano, no Sabará, no Albert Sabin, no que ia lembrando, nos próximos aqui da região, no Santa Cecília. Ligamos em vários, gente. Nenhum tinha vaga. UTI Infantil. Será que nenhum tinha vaga? Nenhum?", questionou Rosana Aparecida, tia do menino.

 

A assessoria de imprensa do Hospital Family disse que o menino deu entrada no centro médico à 0h05 de segunda-feira (1°) desacordado. Ele passou por avaliação médica e exames e, antes de ser constatado o ferimento por arma de fogo, o hospital já tentava a transferência uma unidade de saúde da rede pública com UTI pediátrica. O Hospital também afirma que quem acionou o Samu incialmente foi a família da criança.

O garoto acabou sendo internado no Hospital Geral de Pirajussara, do governo do estado, um dos que inicialmente, de acordo com os parentes, negou ter vaga. "Só conseguimos internar o Arthur porque meu pai e meus primos foram até o Hospital Pirajussara. Chegaram lá e falaram com a pessoa responsável pela internação. Ela assustou, disse que é grave. Ou remove ou ele morre, é grave, então remove", completou a tia da criança.

Quando conseguiram a vaga, tiveram dificuldade de encontrar uma ambulância para a transferência. A primeira ambulância do Samu a prestar socorro não tinha UTI e foi dispensada. A segunda, que chegou ao Family às 6h, não tinha um médico na equipe. Profissionais do Family foram junto e conseguiram transferir o menino, que deu entrada no Hospital Pirajussara às 6h20.

''Aí precisava de uma ambulância com médico. Aí, foi outra correria, a gente pediu pelo amor de Deus para o médico daqui acompanhar ele na ambulância. A gente ia pagar a ambulância, mas não tinha médico. Nem pagando não tinha médico", disse a familiar.

Mesmo assim, o menino morreu no fim da tarde de segunda. “A pessoa que fez isso acabou atingindo meu sobrinho e acabou com a nossa família. Vocês acabaram com uma família”, disse Rosana.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, não há registro de chamado do Samu para o endereço da família.

Procurado pela reportagem, o Hospital Family informou que acionou uma ambulância do Samu, mas o veículo não tinha UTI –o que era necessário por causa do grave estado de saúde do menino. Depois, o centro médico chamou outra ambulância, que tinha UTI, mas estava sem médico. Uma profissional do próprio hospital se prontificou a acompanhar o garoto no veículo até o Pirajussara.

A Secretaria Estadual da Saúde, que responde pelo Hospital Pirajussara, informou que o menino morreu após as 18h e que foi constatado ferimento por arma de fogo. A pasta disse, por meio de nota, que não negou atendimento e que não houve solicitação para a transferência de pacientes entre hospitais.

 

Confira a íntegra da nota da Secretaria Estadual da Saúde:

 

"O Hospital Geral de Pirajussara esclarece que prestou todo atendimento ao paciente A.A.B.S. tão logo deu entrada na unidade, em estado gravíssimo, às 6h20 do dia 1º de janeiro, após ser levado pelo Samu de Taboão da Serra mediante pedido de transferência do Hospital Family, serviço privado. No Pirajussara, a criança passou pela avaliação da equipe de Neurocirurgia e por procedimento cirúrgico. Depois disso, foi internada na UTI pediátrica e faleceu devido à gravidade clínica.

 

Cabe esclarecer que o Hospital Geral de Pirajussara não nega atendimento a nenhum caso de urgência que procura o serviço. Seu pronto-socorro é referenciado e, majoritariamente, todos os casos urgentes que ingressam no serviço são levados pelo Samu ou Resgate, em caso de socorro ou de encaminhamento a partir de outro serviço de saúde. Nesses casos, cabe ao serviço de origem providenciar transporte adequado para transferir pacientes

"A unidade está à disposição dos familiares para eventuais esclarecimentos. Não houve solicitação prévia de transferência à regulação estadual, no sistema da Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (Cross)."

 

 

 

 


Esta matria possui 21 visita(s)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Deixar um Comentário

bar02_dot1x1_black.gif

 

 

 

 

 

 

 

 

Estivagerbi

 

Natureza

 

Alunos

 

Policia

Indiana  estuprada por dois grupos na vspera de Natal

 

Cobra engole lacraia e se d mal

 

Colmbia diz ter localizado navio San Jos, tesouro submerso mais procurado do mundo

 

Aps confessar crime, motoboy revela que sentia raiva de Bianca Consoli: ?Menina nojenta?

Indiana estuprada por dois grupos na vspera de ...

 

Cobra engole lacraia e se d mal...

 

Colmbia diz ter localizado navio San Jos, tesour...

 

Aps confessar crime, motoboy revela que sentia ra...


Esta notcia ja foi vista por 671 vez(es)

 

Esta notcia ja foi vista por 613 vez(es)

 

 

Esta notcia ja foi vista por 48 vez(es)

 

 

Esta notcia ja foi vista por 914 vez(es)

 

 

Paises

 

Imposto De Renda

 

Musas

 

Carros

Pitty deixa a UTI e  transferida para o quarto do hospital

 

Receita deve liberar na segunda-feira (10) consulta ao ltimo lote do IR

 

Bar Refaeli posa de topless

 

Lotus Europa: um estranho no ninho

Pitty deixa a UTI e transferida para o quarto do...

 

Receita deve liberar na segunda-feira (10) consult...

 

Bar Refaeli posa de topless...

 

Lotus Europa: um estranho no ninho...


Esta notcia ja foi vista por 717 vez(es)

 

Esta notcia ja foi vista por 566 vez(es)

 

 

Esta notcia ja foi vista por 695 vez(es)

 

 

Esta notcia ja foi vista por 46 vez(es)

 

 

 

 

Sem ttulo

Aquaponia Caseira

 

Adquira o Seu

 




 

 

 

 

 Sem Enquetes
no Momento
Muito Obrigado

 Alguma Sugesto Clique Aqui


Enquetes j finalizadas


Nossa Loja Virtual


 


 

Mais Lidas


1 Em festa de 20 anos, diretor da "Sexy" elege Mary ...

2 Tatuagens Maori...
3 De biquni fio dental, filha de Renato Gacho curt...
4 De lingerie, funkeira faz ensaio em Curitiba; veja...
5 Em sua melhor fase, Fernanda Davila dispara: Me si...


 

Links

Vistoria H Quase 3 Anos J Alertava Para Situao Precarssima

Internet Mais Rpida Foi O Assunto De Destaque De Informtica Em 2017

Surfista Brasileira Atacada Por Tubaro No Hava

Pastel De Angu

Como Instalar O Ios 11; Atualizao Chega Ao Iphone, Ipad E Ipod Touch

 


 

ltimos Comentrios

 

 

 

 

 

 

IPMET(Boletim do Tempo)

Trafego Areo

 

Loja Virtual

 

 

Projeto PDV

 

 

 

Desenvolvido por Rcorp Data Center 2018 - rea restrita
Seu IP = 54.226.41.91  | Acessos : 1606